Metafísica Virtual

Por: David Belch

Uma reflexão sobre sob o pensamento de Michael Heim.

Quase impossível, em pleno Século XXI, viver sem algum aparelho celular, seja para acessar seu feed de notícias, ver vídeos, checar e-mails, conversar com os amigos, estamos praticamente interligados com tal tecnologia (bem que Marshall McLuhan havia previsto isso em seu livro “Os Meios de Comunicação Como Extensão Do Homem”). Pois bem, esse é um dos temas que ganham um destaque especial para o filósofo e especialista em ciberespaço Michael Heim. O filósofo em seus estudos nos propõem uma reflexão sobre uma metafísica existe no virtual e como isso altera a essência do ser humano, sua ontologia.

Heim, está interessado em compreender o comportamento do ser humano dentro das mídias digitais. Seu objetivo então é criar, a partir de seus estudos, uma metafísica do digital e do virtual.

Um bom exemplo a citar é o desenho animado Wall-e da Pixar. O filme se passa em um futuro muito distante. Uma das características do filme é a perda da capacidade de seres humanos se comunicarem sem o auxílio das mídias digitais. Em uma cena, duas pessoas sentadas lado a lado só se comunicam através das redes sociais, isto é, não existe mais interação oral. Para Heim, os computadores estruturam nosso ambiente mental, altera nossas relações cognitivas e comportamentais, tudo nas mídias digitais se transforma para adaptarmos.

Outro ponto citado pelo filósofo e a plasticidade de nossa mente em armazenar informação, precisamos adaptar nosso ambiente cognitivo para dar conta de tanta informação aos mesmo tempo, mas para Heim, muito da nossa capacidade de guardar informações e dar sentido as coisas vai muito de como tais informações chegam até nós. Isso ocorre de acordo com a época.

Antes o conhecimento era passado via oral de geração em geração. A escrita, anos depois possibilitou o ser humano a armazenar todo tipo de conhecimento através do papel e, a partir do século XV, graças a Gutemberg com sua prensa mecânica a aumentar progressivamente a circulação até o século XX e, por conseguinte, as mídias sociais no século XXI.

Se nos séculos passados, para desenvolver um texto, requeria a elaboração de alguns rascunhos e planejamento dos mesmos antes de serem datilografados em suas maquinas de escrever, e escritos a priori. Com o advento do computador e seus programas de edição de texto, podemos alterar o texto o tempo todo, sem nos preocuparmos com perdas.

Para sobreviver, a mente humana se adapta a essas mudanças dentro do ambiente cognitivo para dar sentindo ao volume de informações que recebemos diariamente. Essa é uma das mudanças ontológicas, citadas por Heim.

Outro ponto que podemos citar é essa noção de espaço e tempo, isto é, diariamente somos bombardeados por informações vindas de todo o lodo, aplicativos, jornais, revistas, rede sociais, etc. o que nos dá uma leve impressão de que o tempo passa mais rápido. Precisamos lidar com esse tipo de informação constantemente.

Isso será denominado por Heim de “erosão da capacidade de dar significado”.

Maquinas lidam com informações o ser humano com significado. No entanto, entendendo que vivemos em um mundo onde circulam cada vez mais informações, muitas delas, para o indivíduo tem pouca importância, isto é, não vão além da superfície da informação.

Outro ponto que posso citar é a super velocidade que essas informações transitam e a forma que lidamos com elas causa uma perda de foco, pois queremos fazer tudo ao mesmo, tudo para agora. Se antigamente (séc XX) para receber uma carta demorava semanas, hoje (sec XXI) uma mensagem que é não é respondida instantaneamente causa preocupações.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s