Era da Informação

Por David Belch

Há um tempo atrás, fiz um estudo sobre o como as pessoas utilizavam os a internet para suas pesquisas (tema que foi abordado depois por um amigo em um workshop dentro da universidade que estudo), e o resultado não poderia ser outro, 98,6% utilizam o Google enquanto 1,4% usam o Bing para fazer suas buscas.

Outro ponto que curioso dentro dos meus estudos é apenas 40% dos usuários no facebook são usuários ativos, o restante são apenas “ouvintes”, apenas leitores passivos. O que não assusta, se pensarmos que o ser humano é assim, podemos comparar em uma roda de amigos, quantos estão falando e quantos estão apenas ouvindo, ou interagindo muito pouco.

Nós ,desde sempre, buscamos algo, seja pra passar o tempo, para se alimentar, se voltarmos no tempo das cavernas as pessoas buscavam meios para sobreviver e caçar com seus instintos e utilizando ferramentas manuais. Hoje com o cérebro já conectado (famoso cérebro 2.0) fazemos nossas buscas primeiro no digital para depois irmos ao mundo físico, isso (segundo Martha Gabriel) altera nossa forma de comportamento.

Existem muitas maneiras de se encontrar o que deseja na internet, buscadores, HashTags, menções, perfis, etc, todos mediados por palavras chaves que nos levam ao nosso destino. Saber usar a Internet sem virar escravo dela é primordial, principalmente nas redes sociais, onde a o uso é frequente.

Dentro das redes sociais encontramos todo e qualquer tipo de informação, assim como nos buscadores do Google, Bing,  Yahoo, entre outros, no entanto, ressalto que existe uma diferença que poder ser decisiva, a interação com público com aquilo que você procura, Isto é, a interação com o assunto poder ser positiva ou negativa e o quanto isso influência na hora da decisão, por exemplo, você está procurando um aparelho novo para sua casa, quando você encontra, automaticamente irá aos comentários e ver o que estão falando sobre, claro que se não for algo positivo você o descarta e procura outro produto similar que atenda suas necessidades. Percebemos claramente como houve uma alteração na sua decisão devido a terceiros.

Nunca se produziu tanto conteúdo quanto se produz atualmente, são milhares de informações circulando a todo instante, todos os dias. Partindo desta premissa,  podemos encaixar a lei de Moore para compreendermos está questão. Gordon E. Moore era um cientista que analisava como a capacidade da transmissão de reitores, transistores dobrariam em um período 18 meses, o que, hoje, se aplica em case tudo devido ao crescimento desacelerado das informações no digital

Hoje devido a essa quantidade “gigantossaurica” de informações,  muitas vezes nos perdemos devido as inúmeras decisões de escolher,  o que por sua vez nos causa uma certa tensão e angústia,  pois, nos demanda muito  tempo  e energia para escolhermos o que queremos obter. O que pode levar a uma falta de atenção sobre as demais coisas,  pois o cérebro não da conta de armazenar tudo ao mesmo tempo, apesar de seu capacidade. Por isso,  a importante se taguear as principais informações que você gostaria de absorver, pois nem toda informação é relevante.

Outro ponto curioso, citado pela escritora e consultora Martha Gabriel é
o cuidado que precisamos ter, pois daqui a um tempo, toda essa informação estará toda catalogada, inclusive nossos dados pessoais, para que se possa manter a organização das mesmas, Pois vivemos hoje numa era onde a uma enorme erosão sem fim informações na internet.

Tendo em vista essa revolução e os avanços das Tecnologias de Informação e Comunicação, estamos longe de chegarmos a um colapso pela quantidade de informações, no entanto, o que posso dizer como estudante do tema é que em um determinado momento, se não forem organizadas esses dados e não forem apagados os lixos eletrônicos a internet irá parar por não ter mais espaço para armazena-los.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s